Tópicos em alta: matheus goldoni / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Matcha: uma opção saudável para substituir os sucos industrializados e refrigerantes

Por Alice Amaral

09/01/2019 às 10h34 - Atualizada 09/01/2019 às 10h34

O chá é uma bebida conhecida por todos. Atualmente, o consumo está disseminado pelo mundo, sendo que em algumas regiões existe um verdadeiro ritual. É bastante popular no Japão, sendo usado pelos monges budistas, por conta de sua ação estimulante e calmante simultâneas, que ajuda na prática da meditação.

O Matcha pode auxiliar no processo de emagrecimento, pois conta com catequinas (substâncias que contribuem para a perda de peso) em sua composição, desde que acompanhado de uma alimentação saudável e exercícios físicos. O consumo do Matcha ainda estimula o metabolismo, proporcionando assim uma maior velocidade na queima de gordura pelo organismo.

É derivado da Camellia Sinensis, que também dá origem aos chás branco (broto da planta), vermelho (folhas jovens), verde (folha adulta), e preto (folhas mais velhas). E, feito a partir de folhas jovens que são cobertas evitando o sol, o que retarda o crescimento e aumenta a produção de clorofila (deixando as folhas mais verdes) e aminoácidos.

O conteúdo continua após o anúncio

As melhores são colhidas e, após secarem, são trituradas lentamente em moinho de pedra até virar pó. Esse pó é utilizado no preparo de chá, sucos, massas, pães, bolos e até sorvetes. Possui aminoácidos que ajudam na recuperação muscular e melhoram o humor e a concentração. A clorofila auxilia na detoxificação e retira metais pesados e toxinas do organismo.

O Matcha possui ação anti-inflamatória e antioxidante, se tornando um forte aliado no combate de alguns tipos de câncer, principalmente o de estômago, devido a sua ação contra o H. Pylori.

A presença de polifenóis ajuda na prevenção de câncer de pulmão, próstata, pele e mama. Diminui a incidência de doenças cardiovasculares e retarda o envelhecimento. Estimula a diurese, ajuda a aliviar a constipação intestinal e aumenta a sensação de saciedade. O consumo deve ser evitado por crianças, idosos, gestantes, hipertensos e portadores de hipertireoidismo.

O uso excessivo pode causar cefaleia, insônia, pirose, diarreia, aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial. Com cada vez mais adeptos ao redor do mundo, o Matcha é uma boa opção para substituir os sucos industrializados e os refrigerantes trazendo benefícios a sua saúde.

Alice Amaral

Alice Amaral

Médica - Título de Especialista em Nutrologia – RQE 9884 - Título de Especialista em Medicina do Esporte – RQE 9895 - Título de Medicina Física e Reabilitação - RQE 44090

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia